79-9.9651-1000
 
Empresa
:
Perfuração
:
:
Manutenção
:
:
: Contatos
 
 
  Dicas e Notícias
 
 
M.Sobral Irrigação
M. Sobral Tratores e Màquinas

Tipos de água

Quando falamos em água, sempre pensamos naquela utilizada para beber, tomar banho ou preparar nossos alimentos. Entretanto, existem vários tipos de água no planeta, cada uma com uma peculiaridade.

De acordo com a  salinidade , podemos dividir a água em doce, salobra e salgada. A  água doce apresenta pouca quantidade de sal (cloreto de sódio), sendo assim, apesar do termo, devemos deixar claro que ela não apresenta açúcar. Essa é a água mais utilizada pelo homem e encontra-se disponível em rios, lagos e reservas subterrâneas.  Estima-se que ela represente apenas 2,5% do total de água do planeta.

A  água salgada  é aquela rica em sais dissolvidos, principalmente o cloreto de sódio. Esse tipo de água é encontrado nos mares e oceanos e compõe cerca de 97,5% de todo o total de água existente na Terra.

Por fim, temos a  água salobra , que apresenta características intermediárias, ou seja, possui mais sais que a água doce e menos sais que a água salgada. Ela é comum em áreas onde o rio encontra o mar, tais como no mangue.

Além dessa classificação básica, podemos citar outros tipos bastante conhecidos de água, tais como a  água potável, a água mineral, a água destilada e a água deionizada . A  água potável  pode ser definida como uma água doce própria para consumo, sendo caracterizada por não possuir cor, odor, micro-organismos patogênicos e apresentar alguns importantes minerais naturais.

A  água mineral , por sua vez, pode ser definida como aquela que possui características físico-químicas que promovem benefícios aos seres humanos. Essas águas são mais enriquecidas em sais minerais quando comparadas às outras e são classificadas de acordo com a sua composição química, fonte e propriedades medicinais. Geralmente, esse tipo de água é potável.

Já a  água destilada  é aquela produzida em laboratório com o uso de um destilador. A principal função desse aparelho é retirar os sais da água, deixando-a pura, sem nenhuma substância dissolvida. Sua utilização é frequente em laboratórios, na fabricação de medicamentos e em baterias de carros. Além disso, alguns pesquisadores defendem também a sua ingestão.

A  água deionizada  é aquela submetida a processos para a remoção de íons e é usada em laboratórios de pesquisa, na indústria farmacêutica, eletrônica, alimentícia, entre outras. Vale destacar que, apesar de não apresentar substâncias iônicas, esse tipo de água possui substâncias moleculares.

Existem ainda a água contaminada e a poluída, dois tipos que surgiram em decorrência da falta de conscientização sobre a preservação desse importante recurso natural. A  água poluída  é aquela que apresenta modificações em suas características físicas e químicas, que alteram, por exemplo, sua cor, odor e sabor. Já a  água contaminada  é aquela que possui substâncias e organismos capazes de transmitir doenças. Essas águas não devem ser consumidas, pois podem colocar em risco a saúde humana.

Fonte: brasilescola.uol.com.br

 

Formas de economizar e reutilizar água

1. Tenha solo permeável, com grama e plantas , ao invés de cobrir seu quintal com cerâmicas.
Isto reduz a carga de água que será escoada para o sistema pluvial da sua rua (diminuindo alagamentos) e, sem cerâmicas, a reflexão de calor diminui, pois será absorvida melhor pela grama, e sua casa ficará mais fresca, diminuindo a necessidade de ventiladores e climatizadores (logo, economiza a água das hidrelétricas e seu dinheiro).

2. No seu jardim e quintal, busque ter plantas que se adaptem ao clima da sua região,  assim como plantas nativas e tipos de grama que conseguem se desenvolver com chuva somente.
Economiza-se água e até mesmo a manutenção ou renovação de plantas. Uma árvore, se houver espaço, será bem vinda para os dias de calor.

3. Compre torneiras de baixo fluxo e com aeradores  (aquelas peneirinhas), pois elas mantém a sensação de “muita água” utilizando muito menos.

4. Opte por chuveiros de baixo fluxo.  Assim economiza na vazão de água e, pela água quente de um chuveiro elétrico, na conta de energia elétrica.

5. Escolha vasos sanitários com descargas de dois fluxos,  assim pode-se usar a quantidade adequada para cada situação.

6. Reaproveite a água da máquina de lavar roupas e chuveiro.  Estes são os maiores desperdiçadores de água. Se reaproveitá-las, evitará desperdiçar algo entre 40% e 50%.
A água poupada poderá ser utilizada onde não se necessita utilizar água potável, como lavar a calçada ou dar descarga. 

7. Aproveite a água da chuva  para lavar o carro, para lavar roupas, limpar pisos internos da casa, regar plantas, etc. É uma água limpa antes de passar pelo telhado ou calhas – por isto mantenha as calhas sempre livre de folhas e terra.

8. Repare o encanamento imediatamente  quando perceber que existe alguma infiltração. Além de impedir que se agrave e prejudique a estrutura da casa, vai economizar muita água. Um buraquinho de 2mm pode desperdiçar 96 mil litros de água em um mês!

9. Torneiras que pingam demais  podem estar com problema de vedação. É uma coisa simples de resolver e economiza muito.

10.  Torneiras vazando demais  que chegam a criar uma poça d'agua sobre a pia. Cuidado! De gota em gota ela pode estar desperdiçando 95 litros por dia.

Fonte: www.meular.properati.com.br

 
 
Perfurar Poços Artesianos
Br-235 - Km 54 - Itabaiana-SE.
Todos os direitos Reservados a Perfurar - Desenvolvido por Milton Sobral